sábado, 30 de janeiro de 2010

Feliz 2011!

Incrível como mudamos nossos planos radicalmente, e nem percebemos. Podia jurar que minha lista de promessas de início de ano estava sendo cumprida, até dia 5 de janeiro, ao menos. Mas prever o futuro não é um dos dons que me acompanham, visto que acabo de comer quase uma barra de chocolate sem prever que isso me daria dor de barriga.
O fato é que a medida que os dias passam, aprendemos coisas novas e deixamos algumas manias velhas para trás. Crescemos, tanto de altura - o que não é meu caso - quanto de personalidade, e vemos que as filosofias de vida que tomávamos no verão passado saíram de moda nesta estação. Mas o que me entristece é ver aquelas pessoas que mantiveram tudo como planejado, e continuam alienadas à coisas que já não deveriam ter tanta importância.
Os meses passam rápido, assim como oportunidades e paixões. Nem parece que já começamos outro ano e, quando piscarmos, estaremos novamente sofrendo com a ressaca de mais um reveillon. Pois agora só restam mais 11 meses (onze!!) deste ano que para mim poderá ser tanto o ano que mudou a minha vida quanto mais um dos que ficarão guardados naquele arquivo salvo no meu cérebro. Só espero não precisar formatá-lo.

Um comentário: